Governo do Estado atrasa repasse de R$1,38 milhão ao AME Salto

Da Prefeitura de Salto

Valor atrasado não considera a parcela do mês de dezembro que compreende mais R$1,38 milhão.

O Governo do Estado tem em atraso repasses de R$1,38 milhão para a Prefeitura de Salto, referentes ao custeio do AME (Ambulatório Médico de Especialidades), que atende 55 municípios da região. Os atrasos somam R$276.599,00 referente a materiais de consumo do mês de junho e R$1.106.396,00 referente à Prestação de Serviços do mês de novembro.

Dados do Portal de Finanças da Secretaria de Estado da Saúde demonstram que os repasses referentes a materiais de consumo ocorreram em 4/3, 6/4, 25/5, 6/7, 19/8, 16/9, 10/10 e 29/11, ficando o mês de junho sem repasse algum. O relatório dos repasses relativos ao custeio da Prestação de Serviços demonstram pagamentos realizados em 4/3, 7/4, 6/5, 6/6, 6/7, 5/8, 6/9 e 25/10 não havendo repasse algum registrado no mês de novembro.

A Sociedade Beneficente São Camilo confirma que há um atraso no repasse de verbas, “que dificulta a gestão e implicou na suspensão das cirurgias eletivas”. Porém, segundo sua assessoria de imprensa, os atendimentos de Pronto Socorro, Maternidade e toda a urgência e emergência desses setores permanecem normais.

A Prefeitura de Salto considera ainda que os valores atrasados não incluem os repasses esperados para o início do mês de dezembro, que somados correspondem a mais R$1,38 milhão. “Em havendo atrasos também nos repasses referentes ao mês de dezembro, essa dívida pode chegar a R$2,76 milhões”, observa o prefeito de Salto, Juvenil Cirelli.

Os repasses ao São Camilo para custeio do AME são intermediados pela Prefeitura de Salto, que também possui um contrato com a entidade para custeio do Pronto Socorro, Maternidade, urgência e emergência desses setores. Para o custeio do Hospital Municipal, são repassados ao São Camilo, R$ 1.851.337,18 milhão mensais em verbas municipais e federais.

Os repasses de responsabilidade da Prefeitura estão em dia. “Inclusive já estou com todos os comprovantes dos pagamentos que são de nossa responsabilidade disponíveis para a imprensa e para qualquer pessoa que queira consulta-los”, reforça Juvenil Cirelli. “Sempre nos desdobramos para compensar possíveis atrasos do Governo do Estado, porém, todos sabem das dificuldades por que passam os municípios esse ano”, completa.

Sobre possibilidade de greve por parte de médicos, a assessoria de imprensa do São Camilo informa que não foi comunicado sobre o assunto e permanece no aguardo da resolução dos repasses do Governo do Estado para que a rotina da assistência retorne à normalidade.

:: Documento 1

:: Documento 2

 

Se você gostou desse conteúdo, considere deixar um comentário ou assine o FEED e receba as atualizações de Wilson Roberto Caveden diretamente em seu leitor de RSS.

Um comentário sobre “Governo do Estado atrasa repasse de R$1,38 milhão ao AME Salto”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *