Em Salto, “Estratégia Saúde da Família” já cadastrou 2.230 pessoas só no Jd. Saltense

Da Prefeitura de Salto

Meta é atingir 5577 pacientes em 34 ruas da região

“Estratégia Saúde da Família” já cadastrou mais de 2230 pessoas só no Jardim Saltense

Em menos de quatro meses de trabalho na Clínica de Saúde do Jardim Saltense, na Estância Turística de Salto, o Programa “Estratégia Saúde da Família” já cadastrou mais de 2230 pessoas de 813 famílias. A meta é atender 5577 pacientes de 1830 famílias residentes em 34 ruas do bairro até o mês de março.

Nessa unidade, há duas equipes da “Estratégia Saúde da Família” distinguidas pelas cores pink e azul claro, compostas por médico, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes de saúde. O cadastro feito de casa em casa é a primeira ação realizada pela equipe da “Estratégia Saúde da Família”, por meio dos agentes comunitários de saúde, e tem o objetivo de fazer um levantamento completo do histórico de saúde de todos os membros da família, além de relatar condições de moradia, hábitos alimentares, situações de vulnerabilidade e qualquer outro problema de saúde já existente.

Os casos levantados são apresentados ao médico e à equipe que agendam uma consulta com o paciente na unidade ou vão até a residência, conforme a necessidade apresentada. Os dados colhidos e todos os atendimentos realizados pelas equipes são registrados no sistema da Prefeitura (Giap), no CadWeb e no E-SUS do Governo Federal.

Para a enfermeira Camila de Souza Gonçales, que compõe a equipe azul claro, essa visita é de extrema importância para a promoção da saúde dos usuários da rede. “O fato de visitarmos periodicamente o paciente incentiva a melhoria de hábitos de higiene, por exemplo. Tivemos um caso na nossa região que, devido às nossas visitas, a família tem se empenhado muito mais na higiene da casa e da pessoa que necessita de cuidados especiais. E o reflexo dessa mudança é visível na saúde desse paciente”, conta Camila.

Dona Alzira Betencorte, moradora do Vila Norma, reforça a opinião da enfermeira. “Meus pais já tinham um bom atendimento através do ‘Melhor em Casa’, que vinha a cada três meses em casa. Agora, com a Estratégia, está ainda melhor pois são acompanhados mensalmente”, disse.

Em muitos casos em que o paciente está acamado ou com dificuldades de locomoção, os enfermeiros e os técnicos de enfermagem fazem a coleta de exames de sangue, urina e curativos diretamente na casa do paciente, além de prestar apoio nesses procedimentos diretamente na unidade.

O Programa também prevê grupos de apoio que variam de acordo com a necessidade de cada região. A princípio, no Jardim Saltense, com base no levantamento realizado foi formado um grupo sobre Hipertensão e Diabetes, com 10 participantes. Durante os encontros são dadas explicações sobre essas doenças, suas características, orientações sobre o uso da medicação, tipo de dieta indicada nesses casos, entre outros aspectos.

Além disso, em dois dias da semana, segunda e terça-feira, as duas médicas do Programa se revezam no atendimento para pacientes pré-agendados até às 20h. Uma nutricionista também está disponível para atendimento às quartas-feiras, a partir das 8h, para os pacientes indicados pelas equipes.

Desde sua implantação na cidade, em março de 2014, as equipes da “Estratégia Saúde da Família” já cadastraram aproximadamente 15 mil pessoas atendendo cerca de 5 mil famílias. Ao todo 12 equipes prestam atendimento nos bairros Jardim Saltense, Parque Bela Vista, Jardim São Gabriel, Salto de São José, Jardim das Nações e Jardim Santa Cruz, que foi o primeiro a receber o Programa.

Programa “Saúde da Escola”

Na região da Clínica de Saúde do Jardim Saltense também está sendo implantado o Programa “Saúde da Escola”, que atenderá 373 alunos da E.E (Escola Estadual) Iracema Pinheiro Franco, localizada ao lado da unidade de saúde.

Realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, o Programa prevê, entre outras ações, a verificação de peso, altura e da carteira de vacinação de alunos matriculados em unidades abrangidas pela “Estratégia Saúde na Família”. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, se for constatada alguma alteração nas avaliações da criança, ela será encaminhada à UBS (Unidade Básica de Saúde) para acompanhamento médico.

Dentro do programa também estão previstas avaliações de saúde bucal, ocular, auditiva e a identificação de possíveis sinais de doenças como tuberculose e hanseníase. Há também ações para a promoção de segurança alimentar, alimentação saudável, saúde mental, direito sexual e reprodutivo, prevenção do uso de álcool e outras drogas, prática de atividades físicas e lazer, saúde ambiental e sustentabilidade, e prevenção de acidentes.

Equipes

A equipe azul claro, além da enfermeira Camila, também é composta pela Dra. Yenny Iglesia Ochoa, as técnicas em enfermagem Grace Taiane Alves Silvério da Silva, Isabel da Luz Andrade e os quatro agentes comunitários de saúde Welerson Willy Saraiva dos Santos, Benedita Zelia Alves, Celina Regina Betiol Spinardi e Izabel da Silva Oliveira.

Já a pink é formada pela Dra. Priscila Suemi Pereira Nakashima, a enfermeira Nídia Dalla Vecchia, as técnicas em enfermagem Miriam Soares Gomes e Isis Godinho, e os quatro agentes comunitário de Saúde Alaor Donizete Spinardi, Loruama França de Souza Faria, Zuleide Rodrigues Guedes e Lucia Pereira Lima Ferreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *